Terapia Alternativa do Limão / Lemon Alternative Therapy

De Notas pessoais



Fonte deste artigo / Article source: Limão para tratar o Sistema Digestivo, por Conceição Trucom



Limao01.jpg
Limão02.jpg





• Limão para tratar o Sistema Digestivo

Conceição Trucom ::

Conforme explicado no livro "O Poder de cura do Limão", esta fantástica fruta apresenta, além das suas várias propriedades terapêuticas de uso externo as seguintes funções terapêuticas de uso interno:

• Adstringente - detém hemorragias em cortes ou escoriações. • Alcalinizante - alcaliniza o pH do sangue. • Antibacteriano e antivirótico - contém o avanço de infecções internas e externas, inclusive no sistema digestivo, fígado, pulmões, bexiga e rins. • Depurativo - depura o sangue quando acelera a capacidade metabólica da eliminação de toxinas através dos órgãos excretores.

A maioria das pessoas pensa erradamente que, pelo limão apresentar sabor ácido, causa danos ao estômago e, portanto, deve ser evitado no tratamento de todo tipo de acidez ou gastrite. Através de muitos estudos médicos, constatou-se que o uso do limão, uma vez ingerido, deixa de apresentar propriedade ácida porque, ao contrário, estimula a produção de carbonatos e bicarbonatos orgânicos no organismo, portanto sais alcalinos, promovendo a neutralização da acidez do sangue.

Efetivamente, apesar de no estado livre ter como princípio ativo o poderoso ácido cítrico este, em contato com o meio celular no interior do organismo humano, é oxidado e complexado durante a sua digestão e, comporta-se como um agente alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna. O fato é que o limão, com seus ácidos facilmente transformados em sais alcalinos, elementos alcalinizantes do sangue, e com suas bases, fermentos e vitaminas, contribui poderosamente para eliminar resíduos que são: 1) os responsáveis diretos e indiretos pelas doenças, e 2) dificultam o sucesso pleno das terapias alternativas.

Enfim, com uma sábia orientação terapêutica e o consumo diário do limão consegue-se amenizar e até curar doenças reputadas como incuráveis. O uso interno das diversas formas saudáveis de preparo do limão é muito útil na regeneração dos tecidos inflamados das mucosas, reconduzindo ao estado e funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo.

Adequadamente usado, o limão tem o poder de cicatrizar as úlceras do estômago e evitar a sua formação, pois destrói os germes e as bactérias nocivas que contribuem para gerar as ulcerações. O limão combate as fermentações e os gases, tão comuns em problemas digestivos causados por mastigação inadequada, ou também pelo consumo excessivo de açúcares, frituras e alimentos muito industrializados.

Combate dores de estômago, ventre e rins, bem como a falta de secreção de sucos pelas glândulas da boca e do estômago. Quem consome o limão diariamente neutraliza e controla o excesso de bile, fazendo um bem extraordinário ao fígado, além de lubrificar as paredes da vesícula, evitando a formação de pedras no seu interior. Ajuda no tratamento das infecções e demais dificuldades hepáticas. É um amigo do pâncreas e, malgrado certas apreensões quanto a su¬pos¬tas incompatibilidades com o sistema biliar, revela-se um expurgador e um tonificante do fígado e da vesícula. Interessante ressaltar que a milenar medicina Ayurvédica, a mãe de todas as medicinas, trata a maioria das dificuldades digestivas com receitas à base de limão. Saiba o que ela sugere para tratar:

Todo tipo de acidez ou gastrite: Em jejum, após as atividades matinais de meditação, tomar o suco fresco de 1 limão diluído num copo cheio de água morna e uma pitada de sal marinho.

Todo tipo de indisposição estomacal ou indigestão: Tomar o suco fresco de 1 limão num copo cheio de água morna, ao qual foi adicionada uma pitada de sal preto ou marinho e uma pitada de pimenta do reino preta moída na hora.

Todo tipo de náusea: Cortar 1 limão ao meio e aquecer as 2 metades com a parte aberta sobre uma frigideira aquecendo-as até que ferva o suco dentro da fruta. Salpicar sal marinho sobre uma das metades e mel sobre a outra e chupar o suco de ambas as metades.

Azia: Espremer o suco de 1 limão em meio copo com água fresca e beber imediatamente.

Colite: Tomar 3 vezes por dia um copo de água fresca com o suco de meio limão.

Dor de estômago: Misturar 2 gramas de cada: sementes de orégano, sementes de cominho e sal grosso. Moer os 3 juntos até obter um pó fino. Espremer meio limão sobre o pó obtido e transformar numa pasta. Acrescentar um copo de água morna e beber.

Fontes: Limão para tratar o Sistema Digestivo
Dhanwantari - Harish Johari - Ed. Pensamento O Poder de cura do Limão - Conceição Trucom - Ed. Alaúde

Este texto faz parte do livro O poder de cura do limão – Um guia de medicina caseira - Conceição Trucom - Editora Alaúde. Atenção: Não se automedique. Este texto é para esclarecer. Entretanto, as dosagens, quantidades, horário, freqüência e demais explicações do correto uso do limão e seu óleo essencial é que darão a possibilidade de sucesso nos tratamentos de prevenção e cura. Como qualquer medicamento, o poder de cura do limão não está num uso esporádico e inadequado, mas no seu uso correto e freqüente.



• Lemon to treat the Digestive System

Conceição Trucom ::

As explained in the book "The Healing Power of Lemon," this amazing fruit has, in addition to its many therapeutic properties for external use the following therapeutic functions for internal use:

• Astringent - stops bleeding in cuts or abrasions. • Alkalizing - alkalize the blood pH. • Antibacterial and antiviral - contains the advancement of internal and external infections, including the digestive system, liver, lungs, bladder and kidneys. • Debug - debug accelerates the blood when the metabolic capacity of the elimination of toxins through the excretory organs.

Most people mistakenly think that by presenting lemon sour taste, causes damage to the stomach and therefore should be avoided in treating all kinds of acidity or gastritis.

Through many medical studies, it was found that the use of lemon, once ingested, without its acidic property because, in contrast, stimulates the production of organic carbonates and bicarbonates in the body, so alkaline salts, promoting the neutralization of acidity blood.

Indeed, although in the free state have as the powerful active ingredient that citric acid, in contact with the cellular environment inside the human body, is oxidized and complexed during their digestion and behaves like an alkaline agent, ie, an internal neutralizing acidity.

The fact is that the lemon, with its easily transformed into acid alkali metal salts, alkaline elements of blood, and their bases, ferments and vitamins, contributes mightily to eliminate wastes that are: 1) directly and indirectly responsible for the disease, and 2 ) hinder the full success of alternative therapies.

Anyway, with a wise therapeutic orientation and daily consumption of lemon can be lessen and even cure diseases reputed incurable. The internal use of several healthy ways to prepare the lemon is very useful in the regeneration of inflamed mucous membranes, leading back to the state and the normal functioning of all organs of the digestive tract.

Properly used, the lemon has the power to heal stomach ulcers and prevent their formation, since it destroys the germs and harmful bacteria that contribute to generate the ulcerations.

Lemon combat fermentations and gas, as common digestive problems caused by inadequate chewing, or also by excessive consumption of sugars, fried foods and processed foods too.

Combat stomach pain, stomach and kidneys, as well as the lack of secretion of juice by glands in the mouth and stomach.

Who eats the lemon neutralizes and daily controls the excess of bile, making an extraordinary good liver, and lubricate the walls of the bladder, preventing the formation of stones inside. Help in the treatment of liver infections and other difficulties. It is a friend of the pancreas and, despite some misgivings about possible su ¬ ¬ TAS incompatibilities with the biliary system, it is a riser and an invigorating liver and gallbladder. Interestingly, the ancient Ayurvedic medicine, the mother of all medicines, it most digestive difficulties with revenues from lemons. Learn what it suggests to treat:

All kinds of acidity or gastritis: Fasting, after the morning activities of meditation, take the fresh juice of 1 lemon diluted in a glass of warm water and a pinch of sea salt.

Every kind of upset stomach or indigestion: Take fresh juice of 1 lemon in a glass of warm water, to which was added a pinch of sea salt and black or a pinch of black pepper freshly ground black.

Every kind of nausea: Cut a lemon in half and warm 2 / 2 with the open pan on a heating them until they boil the juice inside the fruit. Sprinkle salt on one half and honey on the other and suck the juice from both halves.

Heartburn: Squeeze the juice of a lemon in half glass of cool water and drink immediately.

Colitis: Take 3 times a day a cup of cold water with the juice of half a lemon.

Stomach pain: Mix two ounces of each: oregano seeds, cumin seeds and salt. Grind the three together until a fine powder. Squeeze half a lemon on the powder obtained and transformed into a folder. Add one cup of warm water and drink.

Sources: Lemon to treat the Digestive System
Dhanwantari - Harish Johari - Ed. Pensamento O Poder de cura do Limão - Conceição Trucom - Ed. Alaúde

This text is part of the book The healing power of lemon - A guide to home remedies - Conceição Trucom - Publisher Alaúde.

Warning: Do not automedique. This text is to clarify. However, dosage, quantity, time, frequency and other explanations of the correct use of lemon essential oil is to give the possibility of success in the treatment of prevention and cure. Like any medicine, the healing power of the lemon is not a sporadic and inadequate, but in its proper use and frequent.


Ferramentas pessoais

contador de visitas